Revista Discente Eletrônica da pós-graduação em História da Universidade Federal de São Paulo


Apresentação   |    Corpo Editorial   |    Normas de publicação   |    Edição atual   |    Edições anteriores   |    Expediente   |    Contato   |    Eventos


CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO

História e Literatura, este é o tema do dossiê da terceira edição da Revista Hydra. Em alguma medida, ela difere dos números já publicados, pois seu enfoque traz – no seu centro - a discussão que toma a atenção de parte dos historiadores há décadas: o uso da literatura como fonte para a historiografia. É, portanto, uma proposta de temática vasta, que permite ao pesquisador transitar por diversas temporalidades, temas e problemas históricos, ao passo que aponta constantemente para um horizonte um tanto espinhoso, o dos possíveis limites entre História e Literatura.

 

Em grande medida, como apontou Sidney Chalhoub, parte da culpa – ou do êxito – do debate que se engendrou em torno da questão, transmutada muitas vezes em difícil contenda, é de Hayden White. A partir das amplas e importantes considerações do autor estadunidense, é seguro afirmar que as aspirações positivistas que ainda se encontravam entre os historiadores foram profundamente confrontadas em um processo de revisão do próprio fazer historiográfico, processo que redundou em movimentos um tanto dissonantes.

 

Por um lado, parte da historiografia aproximou o discurso histórico, em sua impossibilidade de desvelar o passado tal como aconteceu, da narrativa ficcional, enquanto outra parte significativa dos historiadores reafirmou as especificidades da produção historiográfica – com sua metodologia e escrutínio rigoroso das fontes –, mantendo distância da posição que borra as fronteiras entre História e ficção. Desta forma, discutir as relações tecidas entre História e Literatura nas últimas décadas tornou-se terreno fértil para perscrutar tal questão, como denotam as obras dos próprios White e Chalhoub, bem como as de Ria Lemaire, Durval Muniz Júnior, Natalie Zemon Davies, Lilia Schwarcz e Roberto Schwarz.

 

Uma série de outros questionamentos ainda entrecruzam o tema proposto para este dossiê, como as formas de se tratar os textos literários em suas conexões com seu tempo e as experiências do escritor que os produziu, as representações que trazem em suas linhas, e as formas possíveis de serem manejadas como fontes ao trabalho do historiador.

 

O Conselho Editorial da Revista Hydra, desta forma, convida todos os pesquisadores a contribuírem para a terceira edição do periódico e explorarem as amplas potencialidades do tema.

CRONOGRAMA

Submissão dos textos: até 20 de janeiro de 2017.

Resultado de pareceres: até 31 de março de 2017.

Previsão de publicação: Maio de 2017.

Para enviar um artigo verifique as normas de publicação


 

APRESENTAÇÃO

O Programa de Pós Graduação

O departamento de História da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da UNIFESP concebe seu programa de pós-graduação como um espaço privilegiado de reflexão sobre a produção do conhecimento histórico.

Com o objetivo de desdobrar-se em doutorado e oferecer sólida formação para os seus egressos, o programa compreende o trabalho do historiador em suas múltiplas dimensões - a escrita da História, o ensino da disciplina e a reflexão sobre as bases materiais do ofício – os registros da memória da ação humana em seus variados suportes.


Os estudos que pretendemos desenvolver abrangem as diversas temporalidades que classicamente foram incorporadas pela disciplina - Antiga, Medieval, Moderna e Contemporânea - interrogando-as a partir não apenas da experiência europeia, mas também das novas espacialidades recentemente incorporadas nos currículos de graduação: a História da África e da Ásia. As duas Linhas de Pesquisa que integram o programa, em consonância com as tendências historiográficas atuais, aproximam-se pela ênfase nos fenômenos ligados ao poder e à política, mas se distinguem pelos enfoques específicos a partir dos quais abordam a matéria histórica.

 

A Revista


A proposta de elaboração da revista Hydra é iniciativa dos estudantes do Programa de Pós-Graduação em História da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).


Diante da necessidade sentida pelo próprio corpo discente de tecer interlocução e debates com a produção mais atual no campo da historiografia, o espaço proporcionado por esta revista pretende se constituir como um novo local para a publicação de trabalhos no campo da História, produzidos tanto em nossa Universidade quanto nas demais instituições de ensino superior do país.

Hydra tem como um de seus principais intuitos contemplar trabalhos elaborados sob as mais diversas perspectivas teórico-historiográficas, pautando-se, em primeiro lugar, pelo esforço de tentar apresentar, dentro de suas linhas, a pluralidade da produção do próprio Programa de Pós-Graduação em História da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo. Para além deste objetivo um tanto ambicioso, pensamos ser muito bem-vinda a iniciativa de demarcar o lugar deste jovem Programa no cenário da produção historiográfica acadêmica nacional e, espera-se, internacional.


Hydra - Revista Discente de História da UNIFESP
ISSN 2447-942X